Jump to content

Recommended Posts

  • Moderator

Bom demais parabéns e obrigado irei usar para testes 

🛠️ Projeto NTO NS 🛠️

📝 Detalhes 📝

🗺️ Mapa próprio em produção 🗺️

🖱️ Versão: 8.60 🖱️

🔥 War System 🔥

⚔️ Jutsus Próprios baseado no anime ⚔️

🔰 Itens com as características e efeitos do anime 🔰

💻 Para mais detalhes acesse as redes sociais do servidor abaixo 💻

💡 Usando como referencias Anime/Jogos/Wallpapers etc... para trazer algo mais próximo possível do universo de Naruto 💡

 

💎 Redes Sociais 💎

🌀 Facebook 🌀

🎒 Youtube 🎒
🌌 Discord 🌌

 

📚 Tutoriais / Conteúdos 📥

♨️ Clique Aqui ♨️

Link to post
Share on other sites

  • 1 month later...
Em 04/09/2020 em 08:51, Naze disse:

Estava precisando de uma maquina linux para alguns trabalho e testes e bancar minha vps só pra isso não é viavel, usar dual boot tbm não é do meu gosto, e criar uma maquina virtual não chegava ao ponto que exatamente eu queria, que é facilidade e trabalha no terminal do Linux.

 

Então descobri um metodo que seria criar uma maquina virtual e rodala em background, e usar como se estivessa montado com a rede do meu Windows, podendo acessar pelo localhost, sem ta colocando numeros de porta na frente (localhost:1234).

 

Com isso vai ta podendo trabalha em um Linux direto de seu PC, como se estivesse acessando uma VPS comum, e ter total controle de sua maquina podendo até entra na interface grafica oq nao faz sentido ja que tou fazendo isso pra nao precisa entra nela.

 

Fiz um video explicando todos passo e deixarei os links  e comando utilizado a baixo. O video está acelerado para nao ficar mais extenso.

 

VirtualBox: download

  Lembre-se de desativar Hyper-V em seu windows caso tenha ativado para virtualbox funcionar corretamente.

Linux Mint: download

  Aconselho a baixar a edição Xfce por ser mais leve e rapida..

 

Instalar ssh:


sudo apt-get install openssh-server

verificar:


sudo service ssh status

 

 

Codigo para criar arquivo .bat, lembre-se de trocar o diretorio de acordo com sua instalação e o nome de acordo com o que criou:

Iniciar:


"C:\Program Files\Oracle\VirtualBox\VBoxManage.exe" startvm "NOME DA MAQUINA" -type headless

desligar:


"C:\Program Files\Oracle\VirtualBox\VBoxManage.exe" controlvm "NOME DA MAQUINA" poweroff soft

 

Acesso ssh é feito por:

usuario@localhost

 

No meu caso usei usario "naze" e cmd do windows 10

ssh naze@localhost

e para enviar arquivos como seria?

Link to post
Share on other sites

  • Assistente

Da mesma forma que faria na vps, usando winSCP, filezila, github... 

Discord: Naze#3578

 

Ter Linux Dentro de Windows com Acesso 'localhost' para testes e +

AutoLoot Otimizado Direto na Source (tfs 0.4/otx)

 

// Pirataria é crime, original é roubo, compartilhar é legal.

 

tumblr_muk78tEwDQ1qah4nko1_500.gif

Link to post
Share on other sites

  • 4 weeks later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Similar Content

    • By EddyHavoc
      Open Source MMORPG emulador de Tibia escrito em C++.
      Servidor Oficial do Tibiaking!
       
       
       

       
      [Ubuntu] Compilando as Sources OTG KING GLOBAL
      Tutorial explicado de como compilar as sources no Ubuntu 16-20.
       

      Instalação dos Softwares Necessários
      Execute os comandos abaixo para instalar o Git, Cmake e as Bibliotecas utilizadas pelas sources do OTG KING
       
      sudo apt install git cmake build-essential libluajit-5.1-dev libmysqlclient-dev libboost-system-dev libboost-iostreams-dev libboost-filesystem-dev libpugixml-dev libcrypto++-dev  
      Pacote Adicional para o Ubuntu 20.04:
       
      sudo apt install libboost-date-time-dev  

      Instalando as Sources do OTG KING
       
      git clone --recursive https://github.com/Johncorex/otg-king.git  

      Compilando
       
      cd otg-king-master mkdir build && cd build cmake .. make  

      CRÉDITOS:
      The Forgotten Server
      OTG contribuidores
      OTX contribuidores
      Otbr contribuidores
      Tibiaking
      Johncore (@Johncore)
      Erick Nunes
      Cjaker (@Cjaker)
      Marson Schneider
      Erimyth
      Nolis (@Nolis)
      Toninho
      Renan Ulian
      jzdj

      (Se você contribuiu com o projeto de alguma forma e gostaria de ser citado, por favor me envie no privado descrevendo a sua contribuição, que irei editar a postagem e inserir o seu nome.)
    • By L3K0T
      Dragon Ball Evolution
       
      Fala pessoal estava com um projeto DBZ em 2015 porém não deu muito certo e estou aqui para (DOAR) pra vocês! Ainda mais é um projeto feito já pra rodar em maquina usando UBUNTU 12.04, pra ficar melhor ainda eu fiz a source desse DBZ toda e estou liberando junto, ela não contém erros de compilações e também não há erros graves que derruba o servidor, vim aqui em nome do meu projeto que libero a vocês, apenas o mapa não é meu o resto foi tudo editado por mim, fora as magias que existem no servidor, as vocações estão quase todas balanceadas, a config.lua está totalmente configurada como a source e suas funções. o que tem no servidor ?
       
       

       
       
      Informações:
      *War System na source
      *spoof system player configurado na config.lua
      *Source rev 3777 protocolo 8.60. (estável) (bug's fixed)
      *Cliente dbz solto OLD.
      *Servidor pronto pra por online.
      *Muitas transformações.
      *bank System dentro do jogo colocado por mim.
      *NPC's funcionando perfeitamente.
      *Banco de dados juntos.
      *Ant push system pela source, que configura no config.lua
      *antiPushDelay configurado no config.lua também.
      *Ant Divulgação colocada pela source.
      *Multi word aonde pode abrir vários mundos diferentes usando uma unica database.
      *No salt, pode usar o account Manager junto com mysql que não irá gerar o salt funciona conjunto com o site sem erros.
      e muita outra coisas espero que gostem!!!
       
      by L3K0T um servidor parado no pendriver e certamente não vou usar.
       
       
      Demonstração:
       
       
       
       
      Servidor e Cliente + Source >>> Download DATABASE >>> com account manager já configurado! >> http://www.mediafire.com/download/1in454i49h5o5rj/dbz.sql
      DLL Windows >>>dll.zip 
      Executor Windows:>>> theforgottenserver.zip  (para quem não consegue compilar)
      Scan dos arquivos >>> Scan
       
       
      Compilando Ubuntu 12.04:
       
       
      1° Utilitários - *Se tiver seu Ubuntu Instalado ignore isso
      UTorrent pra baixa o S.O (Sistema Operacional) >> http://www.utorrent.com/intl/pt/
      Ubuntu LTS 12.04>>> http://releases.ubuntu.com/12.04/ubuntu-12.04.5-alternate-amd64.iso.torrent
       
       

       
       
      2° COMPILAR OTSERV LINUX (UBUNTU)
      Lembre-se, eu ensinarei você a compilar seu OTServ em Ubuntu.
       
      Se aparecer algo (Y or N? ou S ou N) digita Y ou S e da enter.
       
       
      Instalando as lib e boost's no Ubuntu!
       
      Ubuntu:
      apt-get update apt-get upgrade apt-get install libboost-all-dev apt-get install subversion autoconf build-essential pkg-config libboost-dev libgmp3-dev libxml2-dev liblua5.1-0-dev libmysqlclient-dev libcrypto++-dev ccache libboost-filesystem-dev libboost-regex-dev libboost-system-dev libboost-thread-dev screen libssl-dev apt-get install libcurl4-openssl-dev apt-get install screen Pronto, feito isso você terá tudo configurado para que você possa compilar e botar seu OTServ online!
       
       
       
      3° COMPILANDO
       
      cd ..
      chmod 777 -R Dragon Ball Evolution
      cd /Dragon Ball Evolution/source
      sh ./autogen.sh && ./configure --enable-server-diag --enable-mysql --enable-root-permission && make clean && make -j 2
       
      4° Ligando servidor
       
      cd ..
      chmod 777 -R Dragon Ball Evolution
      cd /Dragon Ball Evolution
      ./theforgottenserver
       
      FIM tutorial Linux
       
       
      Agora WINDOWS:
       
      Para compilar em windows use esse dev-CPP que disponibilizei especialmente nos fóruns que frequento: 
      Dev-CPP>>> http://www.mediafire.com/download/pr41vq9g1u9sudf/dev+ja+configurada.7z
       
      Siga os passo de como você conhece (não precisa configura boost nem nada disso, pois é um dev-CPP pré configurado para esse servidor.
       
      Se gerar um erro no final da compilação (Ignore) você pode compilar dnv sem erros, apenas compila não apague nada.
       
      ai você vai na pasta dev-cpp que o exe ta lá!
       
      As dll tá lá em cima do tópico para você usar.
       
      Entrando
      Senha 1/1
      ATENÇÃO:
       
      Não USE sqlite para o servidor, pois você não vai conseguir entrar! USE o banco de dados de SITE MYSQL conjunto com account manager (Não tem salt de na criação via account manager e pode ser usado junto com o site sem problema!)
       
       
      (Não quero gente vendendo em )
       
      Source DBZ.zip
    • By KingTopicos
      Ataques DoS (Denial of Service) e DDoS (Distributed DoS)
      De acordo com a definição do CERT (Computer Emergency Response Team), os ataques DoS (Denial of Service), também denominados Ataques de Negação de Serviços, consistem em tentativas de impedir usuários legítimos de utilizarem um determinado serviço de um computador.
      Para isso, são usadas técnicas que podem: sobrecarregar uma rede a tal ponto em que os verdadeiros usuários dela não consigam usá-la; derrubar uma conexão entre dois ou mais computadores; fazer tantas requisições a um site até que este não consiga mais ser acessado; negar acesso a um sistema ou a determinados usuários.
       
      Os ataques do tipo DoS mais comuns podem ser feitos devido a algumas características do protocolo TCP/IP (Transmission Control Protocol / Internet Protocol), sendo possível ocorrer em qualquer computador que o utilize. Uma das formas de ataque mais conhecidas é a SYN Flooding, onde um computador tenta estabelecer uma conexão com um servidor através de um sinal do TCP conhecido por SYN (Synchronize). Se o servidor atender o pedido de conexão, enviará ao computador solicitante um sinal chamado ACK (Acknowledgement). O problema é que em ataques desse tipo, o servidor não consegue responder a todas as solicitações e então passa a recusar novos pedidos.
      Outra forma de ataque comum é o UPD Packet Storm, onde um computador faz solicitações constantes para que uma máquina remota envie pacotes de respostas ao solicitante. A máquina fica tão sobrecarregada que não consegue executar suas funções.
       
      Ataques DDoS
      O DDoS, sigla para Distributed Denial of Service, é um ataque DoS ampliado, ou seja, que utiliza até milhares de computadores para atacar uma determinada máquina. Esse é um dos tipos mais eficazes de ataques e já prejudicou sites conhecidos, tais como os da CNN, Amazon, Yahoo, Microsoft e eBay.
      Para que os ataques do tipo DDoS sejam bem-sucedidos, é necessário que se tenha um número grande de computadores para fazerem parte do ataque. Uma das melhores formas encontradas para se ter tantas máquinas, foi inserir programas de ataque DDoS em vírus ou em softwares maliciosos.
      Em um primeiro momento, os hackers que criavam ataques DDoS tentavam "escravizar" computadores que agiam como servidores na internet. Com o aumento na velocidade de acesso à internet, passou-se a existir interesse nos computadores dos usuários comuns com acesso banda larga, já que estes representam um número muito grande de máquinas na internet.
      Para atingir a massa, isto é, a enorme quantidade de computadores conectados à internet, vírus foram e são criados com a intenção de disseminar pequenos programas para ataques DoS. Assim, quando um vírus com tal poder contamina um computador, este fica disponível para fazer parte de um ataque DoS e o usuário dificilmente fica sabendo que sua máquina está sendo utilizado para tais fins. Como a quantidade de computadores que participam do ataque é grande, é praticamente impossível saber exatamente qual é a máquina principal do ataque.
       
      Quando o computador de um internauta comum é infectado com um vírus com funções para ataques DoS, este computador passa a ser chamado de zumbi. Após a contaminação, os zumbis entram em contato com máquinas chamadas de mestres, que por sua vez recebem orientações (quando, em qual site/computador, tipo de ataque, entre outros) de um computador chamado atacante. Após receberem as ordens, os computadores mestres as repassam aos computadores zumbis, que efetivamente executam o ataque. Um computador mestre pode ter sob sua responsabilidade até milhares de computadores. Repare que nestes casos, as tarefas de ataque DoS são distribuídas a um "exército" de máquinas escravizadas. Daí é que surgiu o nome Distributed Denial of Service.
      Impedindo e detectando ataques DoS
      Apesar de não existir nenhum meio que consiga impedir totalmente um ataque DoS, é possível detectar a presença de ataques ou de computadores (zumbis) de uma rede que estão participando de um DDoS. Para isso, basta observar se está havendo mais tráfego do que o normal (principalmente em casos de sites, seja ele um menos conhecido, como o InfoWester, seja ele um muito utilizado, como o Google), se há pacotes TCP e UDP que não fazem parte da rede ou se há pacotes com tamanho acima do normal. Outra dica importante é utilizar softwares de IDS (Intrusion Detection System - Sistema de Identificação de Intrusos).
       
      Para prevenção, uma das melhores armas é verificar as atualizações de segurança dos sistemas operacionais e softwares utilizados pelos computadores. Muitos vírus aproveitam de vulnerabilidades para efetuar contaminações. Também é importante filtrar certos tipos de pacotes na rede e desativar serviços que não são usados.
       
      Fonte: http://www.infoweste...m/col091004.php
      Primeiramente use um servidor LINUX
       
      Dicas para se dificultar a ação de Ddos
      A equipe de segurança da LinuxSvr.Net tem algumas dicas aos clientes sel-managed.
      Utilize o Módulo Dos_Evasive (Apache)
      É importante saber que bloquear um ataque Ddos usando software é possível em apenas 20% dos casos, e que é necessário perícia e conhecimento técnico avançado para isso.
      Para saber mais:
       
      Atualizado 2020.
      Creditos : Underewar
    • By grafit
      Para facilitar o monitoramento dos meus servidores em linux eu utilizo um comando chamado tee

      Para configurar é necessário criar um arquivo no seu servidor, de preferência na pasta raiz do server.

      No meu caso, criei um chamado server.sh
       
      #!/bin/bash ulimit -c unlimited while true; do TEMPO="$(date +'%d-%m-%Y-%H-%M')" ./tfs | tee "serverlog_____"$TEMPO".log"; done  
      Esse script é um restarter de linux normal, ou seja, fica em looping verificando se o TFS está ativo, caso não esteja ele o executa o comando ./tfs | tee "serverlog(dia_anterior)_____"$TEMPO".log

      A função deste comando é ligar o TFS salvando o log do dia anterior em um arquivo, que é salvo na mesma pasta onde está o arquivo server.sh
       
      Exemplo do log:
       


      Espero que também seja útil para vocês.
    • By Bob Loko
      Olá pessoal hoje venho trazer para o Fórum um passo a passo de como montar um servidor completo na VPN da Google Cloud.
      1- Criação de Maquina Virtual (Instância)
      2 - Configuração de Rede e Domínio (Endereço de IP Externo, DNS e Firewall)
      Acesse o serviço de REDE VPC e vá até o item Endereços IP Externos.
      Passo 2.1 - Localize a instancia que esta com o Tipo de Endereço como Temporário.
      Passo 2.2 - Siga o Passo a Passo Para Liberação de Portas no Item Firewall
       
      3 -  Apontamento de Domínio e Configuração de DNS
      4 - Configuração Interna do Servidor
      Volte para sua instância (Compute Engine -> Instâncias de VMs)
      4.2 - Liberando acesso SSHD
      4.3 Instalação de pacote Web ( MySQL-SERVER, Apache, PHP, PHPMyadmin)
      4.4 Configurando o PHPMyadmin
      4.5 Compilando uma distro em Debian9
      4.6 Instalando um Website
      5 - Instalação de protocolo HTTPS / Certificado Digital SSL
      Para ligar o servidor utilize o comando abaixo dentro da pasta do servidor:
      $ ./tfs   Funciona em versões 11+ e 10-
      Se te ajudei deixa um comentário e um +REP
  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.


×
×
  • Create New...

Important Information

Confirmação de Termo